Descrição do projeto

O desenvolvimento dos Planos de Urbanização Integrados inseriu-se numa estrutura territorial emergente, cujo objetivo foi o de promover Luanda como “Cidade Mundial”. Teve a finalidade de conferir à população, um conjunto de fatores de urbanidade essenciais, das quais destacamos: o emprego e dinamização económica; o aumento do parque habitacional; o realojamento da população; uma rede de mobilidade e transportes eficaz; a melhoria dos sistemas de saúde e ensino; uma maior oferta de locais de cultura e lazer; qualidade de vida e modernidade.

O planeamento de ocupação apresentado apoiou-se na estratégia governamental para a resolução da escassez do parque habitacional em Angola, principalmente em Luanda, onde 3/4 da população ainda vive em alojamentos desqualificados. A implementação dos planos de urbanização seria faseada, projetando-se a sua conclusão para o ano de 2035. Numa primeira fase, dar-se-ia prioridade à construção de habitação de cariz social, de forma a poder proporcionar, desde logo, condições dignas de habitabilidade à população. Nas fases seguintes, seria dada uma maior ênfase a outros tipos de mercados habitacionais.

Na implementação deste plano, procurámos garantir a urbanização sustentável das novas zonas de expansão de Luanda e proporcionar um ambiente urbano de exceção e qualidade para residir e trabalhar. Desenvolveu-se assim, um conjunto de equipamentos sociais, culturais e comerciais adaptados às diferentes necessidades da população e definiu-se uma estratégia de transportes públicos eficaz, inserida numa estrutura de mobilidade ajustada. Criou-se ainda uma rede de espaço público e edificado que projetasse a urbanização num contexto urbano de imagem competitiva.

Estes planos concebidos de raiz, demonstram a capacidade ímpar da A1V2 para, em articulação com as entidades promotoras e reguladoras locais, definir estratégias e concretizar projetos de grande escala que respondam adequadamente às necessidades e espectativas das populações.

Downloads
Ficha do Projecto [PDF]